Eu mereço mais

44 Flares Twitter 0 Facebook 44 Google+ 0 Email -- 44 Flares ×

amor merecido Ultimamente o Facebook tem sido fonte de muitas frases inspiradoras para mim. Essa manhã eu li uma que me chamou bastante atenção: “nós aceitamos o amor que achamos que merecemos”.

Primeiro essa frase me incomodou muito. Como assim eu acho que mereço as doideiras e situações bizarras que eu já passei? Mas depois, refletindo um pouco mais a fundo, tudo fez sentido. E eu só fui capaz de concordar.

Porque se eu acho uma roupa brega ou feia eu simplesmente não uso. Não sou obrigada a usar e provavelmente nem compraria. E se comprasse achando que ia ficar bonita ou combinar com algo que eu tenho em casa, mas quando chegasse em casa não gostasse mais, eu trocaria na loja ou doaria para alguém. Posso até deixar ela em casa um pouco, mas guardada no armário.

Não existe o momento de usar algo que você sabe que não gosta. Ou sair na rua com uma roupa que não diz quem você é. Porque é exatamente para isso que a roupa serve: além de nos vestir, ela mostra seu estilo, ela diz quem você é.

Claro que aqui eu não estou falando de merecimento, mas de vontade. Quero ou não usar essa roupa. Mas a analogia é válida por que da mesma maneira que eu olho para uma roupa e escolho aquela que acho que me traduz, eu conheço alguém e penso se essa pessoa combina comigo.

Estar com alguém que não me trata do jeito que eu quero. Alguém que não reconhece ou legitima quem eu sou. Resumindo, alguém que não combina com meu estilo, é criar em mim uma crise de identidade. Acho que ninguém aguenta isso por muito tempo.

E então porque algumas vezes nos colocamos em situações estranhas ou até degradantes? Porque de alguma forma, em algum modo, aquilo faz sentido para mim. Porque de certa forma, eu acho que é isso que mereço.escolhendo

E por isso que ao ler essa frase eu pensei que mais importante do que escolher qual roupa quero usar, é importante pensar quem sou eu e que tipo de mensagem eu quero passar com a roupa que colocarei. E da mesma forma, antes de sair a procura de pretendentes e começar a analisar propostas, eu tenho que ter bem claro quem sou e o que procuro em um relacionamento. Como desejo ser tratada, o que aceito ou não.

Ao pensar isso, provavelmente será necessário reavaliar certos pensamentos e juízos feitos ao meu respeito. E pode ser que eu reconheça que preciso me aceitar mais e me amar muito mais. E talvez eu comece a me olhar por outro ponto de vista e a descobrir que eu não sou obrigada a usar uma roupa que eu não gosto, ou que não mostra meu verdadeiro estilo.

E talvez o resultado de tudo isso seja começar a encontrar pessoas que se adequam mais ao que você procura. E perceber que você merece muito mais do que aquilo que você tem se permitido ter.

E a maior consequência de todas seja entender que por trás de tudo em minha vida existe uma escolha. E que se eu não a usar com consciência e sabedoria, ela pode me levar para caminhos que eu não queira trilhar.

ecolhas_atitudeNós estamos exatamente no lugar onde escolhemos estar. Ainda que seja doloroso perceber isso. Mas foram as nossas escolhas ao longo da vida que nos levaram até aí. Ou até pode ser maravilhoso descobrir que sabemos escolher e que temos tomado boas decisões. O resultado não importa tanto quanto perceber que tudo é fruto das escolhas que fazemos.

E sabendo que tudo o que buscamos é ser feliz. E que seremos tão felizes quanto o que achamos merecer. O único que realmente importa saber agora é: quais serão nossas escolhas a partir de agora?

Deixe uma resposta